Padaria XV

      Situado na Baixa Pombalina da cidade, num conjunto de Imóveis Classificados e de relevância urbanística, surge o desafio de transformar, adaptar e reconfigurar um edíficio repleto de história e carisma. Seguindo as premissas do Plano de Salvaguarda da Baixa Pombalina, onde é imposto protecção do património histórico, arqueológico, arquitectónico e urbanístico, é criado um plano de unificação do antigo com o moderno.
      O exterior do edifício é reabilitado mantendo ou recuperando toda a sua traça Pombalina, construído no período de reedificação da cidade de Lisboa após o grande terramoto de 1755 que destruiu a zona baixa da cidade. Todos os traços foram mantidos, desde os cunhais às cornijas, das cantarias às coberturas de mansarda, das janelas de trapeira às janelas de sacada, devolvendo, pontualmente caracteristicas únicas que foram alteradas com o tempo.
      No seu interior é criado um corredor no tempo que nos leva a uma modernização pontual do espaço. A implementação de um elevador revestido em vidro que se acessa pela zona comum do edifício, agora inundado de luz através das novas caixilharias de vidro na caixa de escadas. Nas habitações, a intervenção visa promover a modernização dos apartamentos dotando-os de padrões contemporâneos de habitabilidade e conforto, contudo preservam-se todos os elementos arquitectónicos estruturais.
      Este edifício permite-nos viajar para uma outra era passada sentindo ainda a presença e conforto da contemporaneidade.

  • Localização

    Lisboa, Portugal

  • Área

    1173.10 m2

  • Serviços

    Arquitectura, Engenharia